Icone do Whatsapp
Icone do Whatsapp

WhatsApp:

(21)98314-6912
COMPARTILHE

13 de novembro de 2020

SUZANNE BELPERRON

Suzanne Belperron foi uma figura importantíssima para a história da joalheria, nascida em 1900 no leste França, foi um ícone nos anos XX. Ela insistia que “Meu estilo é minha assinatura” afirmando que sua personalidade e seu toque eram imprescindíveis para a produção de suas peças, o que faziam delas tão únicas que não havia necessidade em assiná-las.

Independente e cheia de opinião, era além de tudo detentora de uma personalidade e talento incríveis, o que fez com que Suzanne atraísse uma clientela sofisticada, de socialites à estrelas do palco e das telas, como Josephine Baker, Frank Sinatra, Elsa Schiapparelli e Duquesa de Windsor.

Jamais produzido uma peça plana, era conhecida por misturar pedras preciosas e semi preciosas em lapidações mais robustas. Com formas curvas, seu design era distinto por criar a partir de inspirações da natureza e do exotico. Belperron era atenta aos desejos de seus clientes e ao mesmo tempo sem perder as inspirações de vanguarda, sendo pioneira na técnica de colocar pedras preciosas sobre materiais semipreciosos. A preciosidade de fato, para ela, estava no resultado final da peça.




Além de um figura na historia da moda também enfrentou a Gestapo (polícia secreta oficial da Alemanha Nazista e na Europa ocupada pelos alemães), numa tentativa de proteger seu amigo e também socio Bernard Herz, que era judeu de origem. Fazendo com que durante as hostilidades uni-se ao movimento de Resistência Francesa.

Após inúmeras interrogações feitas pela Gestapo, em 2 de novembro de 1942 Suzanne e Bernard foram levados pelas polícia, onde ele foi diretamente encaminhado para os campos de concentração e ela foi obrigada, depois de acossada, a apresentar documentação oficial sobre a origem racial e a religião da sua família.

Suzanne não desiste, assume toda empresa junto com o filho de Bernard e dão continuidade no negócio com muito sucesso durante os 30 anos seguinte, dissolvendo amistosamente sua companhia apenas em 1975. A partir de então Suzanne acaba atendendo apenas uma exclusiva cartela de clientes fiéis e recusando todas as propostas de colaboração, inclusive da Tiffany & Co.

Suzanne Belperron morreu num trágico acidente no seu banheiro em 28 de março de 1983 aos 82 anos de idade. Sem filhos, deixou suas propriedades a um amigo achegado.

Deixamos a seguir algumas das peças da designer, memorável e única nos deixa um legado de inspiração e força feminina.

   

 

confira mais em belperron.com/the-story

 

 

por Lucas Viceli

Fashion Designer.

Acompanhe todas as novidades

Coloque o seu e-mail se deseja receber promoções e novidades